Comissão aprova premiação igual para homens e mulheres em eventos esportivos

por adm publicado 25/10/2019 09h15, última modificação 25/10/2019 09h15
A medida pode ajudar corrigir uma injustiça em relação à atuação das atletas mulheres nas competições esportivas do País.
Comissão aprova premiação igual para homens e mulheres em eventos esportivos

nada mais justo que se garanta isonomia na premiação de atletas

A Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher da Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Lei 3637/19, que proíbe a distinção de valores dos prêmios pagos a atletas homens e mulheres se efetuados com dinheiro público ou quando for pago por entidades que se beneficiem desses recursos.

O parecer do relator, deputado Emanuel Pinheiro Neto (PTB-MT), foi favorável ao projeto. Para ele, a medida pode ajudar corrigir uma injustiça em relação à atuação das atletas mulheres nas competições esportivas do País.

Ao apresentar a proposta, a autora, senadora Rose de Freitas (Podemos-ES), citou a diferença de premiação nas principais competições de vôlei no País. Em 2016, por exemplo, a seleção masculina ganhou cinco vezes mais em premiação do que a feminina. O texto, já aprovado pelo Senado, altera a Lei Pelé.

Tramitação
A proposta será analisada em caráter conclusivo pelas comissões do Esporte; e de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara.

Reportagem - Lara Haje
Edição - Marcia Becker

Agência Câmara Federal